Foto: Janko Ferlic | Unsplash
Foto: Janko Ferlic | Unsplash

Meu bebê tem um dentinho, e agora?”. Com o nascimento do primeiro dentinho chega a hora de uma nova decisão: qual a escova de dentes devo usar no meu bebê?

Desde o nascimento do primeiro dentinho, que ocorre em geral a partir dos seis meses, já é recomendado o uso da escova de dentes para a higiene bucal do bebê.  A orientação da Associação Brasileira de Odontopediatria é que seja utilizada uma escova de dente com cabeça pequena e cerdas macias ou extra-macias. A escova em geral deve ter ao menos 3 x 8 carreiras de tufos, cerdas alinhadas e de comprimento idêntico, de forma a tocar ao mesmo tempo a superfície do dente. Existem escovas com um ”plus”, ou seja, cores atrativas, cabo com empunhadura antiderrapante, lado oposto com mordedor para massagear a gengiva, personagens, etc. Fique atento para o número de cerdas. Aquelas escovas “carecas”, com poucas cerdas, não são tão eficazes. E muitas vezes o personagem na escova acaba sendo o apelo para a compra. 

Atenção para escolher uma marca que siga as especificações da Anvisa e de preferência que tenha o Selo da ABO – Associação Brasileira de Odontologia, para assim oferecer segurança ao bebê, com material firme e sem o risco de soltar tinta e partículas de cerdas.

Muitas vezes a criança morde a escova e ela apresenta uma menor durabilidade. Escova de dente “descabelada”, com as cerdas desalinhadas, já não é efetiva para a higiene bucal. E deve ser trocada por uma novinha. Em geral a duração de uma escova de dentes é de 30 a 40 dias. 

Então, faça uma boa escolha e cuide para que os dentinhos sejam bem escovados. Assim que possível, leve seu bebê a um odontopediatra para que o acompanhamento seja individualizado. Uma avaliação pelo profissional é importante para a prevenção.

No próximo post vamos falar sobre a pasta de dente. Se tiver alguma dúvida, fale aqui para a gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*